A ÁGUA SERÁ O ELO DE INTEGRAÇÃO NESTE SÉCULO E DE HOJE PARA TODO O SEMPRE.

A ÁGUA SERÁ O ELO DE INTEGRAÇÃO NESTE SÉCULO E DE HOJE PARA TODO O SEMPRE.

Há centenas de tipos alternativos de energia, mas não há alternativa para água.

O 8º Fórum Mundial da Água realizado no Brasil em março de 2018, mais do que um grande encontro de cidadãos de todas as partes do mundo que se encontraram para dialogar sobre gestão e soluções para os recursos hídricos, evidenciou que a água precisa estar hoje na agenda das pessoas.

Somos um planeta com quase 8 bilhões de habitantes e a água disponível para a vida destas pessoas atualmente é a mesma que esteve na natureza há centenas de anos atrás e igualmente deverá estar conosco nos anos que virão. Ou seja, a equação “disponibilidade de água x vida humana” tem que ser mantida por nós, cidadãos.

Esta enorme responsabilidade, que hoje é reconhecida por todos, foi fortalecida no 8º Fórum Mundial ocorrido na cidade de Brasília. Num ambiente construído para integrar as pessoas e dividir saberes, mais de 120 mil pessoas dialogaram sobre água, aprenderam sobre água e primordialmente, compartilharam água.

Neste cenário, para nós, organizadores do FÓRUM CIDADÃO, foi fundamental o reconhecimento de todos de que os cidadãos são os verdadeiros atores nesta dinâmica de cuidar da água, já que todos nós, de alguma maneira, somos as alavancas propulsoras que movem o mundo pelo bem estar da humanidade.

Criamos um ambiente propício para receber a todos os participantes vindos de todas as partes do planeta. Idealizamos e alcançamos nos espaços criados, ampliar o diálogo com rodas de conversa e conferências, capacitar e qualificar pessoas com oficinas e apresentações, desenvolver experiências sensoriais e interativas com a água através da mágica dos sentidos, apresentar informação, mostrar boas práticas, mas destaque-se, de maneira inédita nas edições do Fórum Mundial, construímos um ambiente para todos os cidadãos, em sinergia, somente pensar água, a Vila Cidadã, que recebeu mais de 110 mil visitantes, entre eles, mais de 40 mil crianças, soldados de nosso futuro em defesa de nossa água.

Fica o Legado construído por muitas mãos durante o 8º Fórum Mundial da Água, resumido nos 10 Princípios que deverão nortear nossas ações em prol de nossas águas no futuro que está à frente. Princípios que nos impulsionam para ainda mais nos engajarmos pela causa, nos mobilizarmos pelas soluções, e fundamentalmente, para com todas as forças, nos envolvermos cada vez mais no mundo do “cuidar da água”.

 

LUPERCIO ZIROLDO ANTONIO

Cordenador do Processo FÓRUM CIDADÃO do 8º Fórum Mundial da Água.

É Engenheiro Civil, Governador Honorário do Conselho Mundial da Água, Presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas e Secretário Técnico Permanente da Rede Latino Americana de Organismos de Bacias. É Diretor da Bacia do Baixo Tietê do DAEE, Autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo.

Facebook