8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA: LEGADO PARA O CIDADÃO

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA: LEGADO PARA O CIDADÃO

A oitava edição do Fórum Mundial da água foi a maior já realizada. E não somente pelos números, mas principalmente pelos compromissos que esta edição deixa como legado.

Quando o Brasil apresentou sua candidatura para sediar o 8º Fórum, ficou estabelecido um compromisso com o Cidadão. Com aquele que “bebe água”. Aquele que não está necessariamente engajado em movimentos sociais, mas que é essencial e cujo envolvimento faz a diferença.

Além da sua agenda tradicional, conhecida de todos, com mais de 10.000 participantes de mais de 170 países e aproximadamente 2.000 profissionais de imprensa, envolveu autoridades, acadêmicos, membros do parlamento e do judiciário, representantes de empresas públicas e privadas, reunidos em mais de 350 eventos técnicos, a oitava edição inovou, promovendo o mais inclusivo fórum já realizado.

Pela primeira vez, um espaço totalmente dedicado ao cidadão, totalmente gratuito e que proporcionou a mais de 110.000 visitantes, experiências únicas, desde debates a interações com alta tecnologia e até um Festival de Cinema, que, juntos, trouxeram para o público, questões relacionadas à água como direito humano, água e saneamento, uso racional da água, escassez de água, entre outros.

O “Fórum Cidadão” também deixou sua mensagem.

Um documento contendo dez princípios que fazem parte de seu Legado, enfatizando as ideias em torno do compartilhamento, integridade de ecossistemas, cultura da água, participação ampla e descentralizada na tomada de decisões, e, como uma semente para o futuro, a gestão da água em todos os seus aspectos considerando em sua plenitude mulheres e jovens.

Não podemos deixar passar a oportunidade trazida por esta edição e não registrar os compromissos assumidos por todos para uma gestão compartilhada, participativa e descentralizada deste recurso tão importante para as nossas vidas.

O uso responsável e consciente da água não é somente necessário, é indispensável, principalmente para as futuras gerações.

Que o Legado do Fórum Cidadão seja efetivo e eficaz.

 

RICARDO ANDRADE

Diretor Executivo do 8º Fórum Mundial da Água.

Engenheiro Civil, Diretor da Agência Nacional de Águas e Governador Honorário do Conselho Mundial da Água.

Facebook