ÁGUA: DE QUEM É A GESTÃO?

RODA DE CONVERSA

ÁGUA: DE QUEM É A GESTÃO?

 

Esta roda de conversa apontou que, dado que a água é um elemento vital, nosso país ao longo dos últimos anos, implementou uma forte política de gestão dos recursos hídricos que é desenvolvida na grande maioria das situações de forma compartilhada.

Apontou-se que são diversas as instâncias e organismos que compõem o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH). A Lei das Águas instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos e (PNRH apontou o caminho para a gestão de forma descentralizada e participativa.

Os debates dos painelistas com o público tiveram abrangência de temas como discutir como a administração está sendo feita em cada instância de governança, refletindo sobre cada ponto deste cenário.

Os participantes reforçaram que a água é um bem comum, dotado de valor econômico, e a responsabilidade deve ser de todos, portanto, cada um tem um papel dentro da gestão.

Foi reforçada pela unanimidade dos presentes, a importância dos Comitês de Bacias Hidrográficas nos processos de gestão participativa da água, dado que estes Colegiados são previstos em Lei e constituídos por representantes de todos os segmentos da sociedade.

Assim, como conclusão, a roda apontou que a solução para a gestão das águas é ampliar cada vez mais o número de vozes da sociedade de tal forma que o planejamento das bacias visualize de forma abrangente todos os usos dos recursos hídricos e assinale ações de adaptações para as mudanças climáticas que estão ocorrendo, sempre com sociedade participando de forma efetiva.

Moderador/Coordenador:
Suraya Modaelli


Palestrantes:

Guilherme Checco (Pesquisador do Instituto Democracia e Sustentabilidade – IDS)
Jõao Bosco Senra (COPASA)
Sandra Kirsch (Ministério Público Federal)
João Paulo Angelli (membro Parlamento Nacional da Juventude pela Água – PNJA)
Luiz Firmino Pereira (Diretor do Plano Metropolitano do Rio de Janeiro).

Facebook