4º PRINCÍPIO

A TOMADA DE DECISÃO NA GESTÃO DA ÁGUA DEVE SE BASEAR NO PARADIGMA ECOSSISTÊMICO E NA GESTÃO PREVENTIVA DE DESASTRES E DE POLUIÇÃO

 

O gerenciamento dos recursos hídricos numa bacia hidrográfica deve respeitar em especial os ecossistemas e a natureza como um todo, projetando ações e efetivando programas, projetos, serviços e obras de tal modo a criar condições de preservação e sustentabilidade local.

Em paralelo, devem sempre ser avaliados e criados dispositivos que fortaleçam uma gestão preventiva e de constante recuperação da degradação e dos danos, assim como nos aspectos de prevenção da poluição residual.

Outra linha de visão a ser planejada e construída no amplo território de uma bacia hidrográfica, é a inserção de medidas preventivas aos desastres naturais como enchentes, inundações, deslizamentos, etc.

Neste tocante, a participação do cidadão nesta agenda de planejamento estratégico e garantia da sustentabilidade em uma bacia hidrográfica deve ser precedida pela informação e pelos saberes adquiridos com capacitação e qualificação, mas também com o envolvimento direto e participação em organismos e associações que tenham em seus objetivos o cuidado com nossas águas.

Facebook